30.4.11

Mimar você ~*


‘ te quero só pra mim, você mora me meu coração não me deixe só aqui, esperando mais um verão, te espero meu bem pra gente se amar de novo, mimar você’
É tão grande o meu querer pela gente, é tão intenso essa minha vontade de viver em você, que causa até arrepiou quando falo em teu nome! Caminhada pela manhã, um suco na padoca, e uma volta com o Ray Ray pelas ruas do apê!
Em passos curtos imagino o quanto estou presa a toda esse conflito sentimental, o quanto estou presa a essa loucura de corpos se entrelaçando, em fim, essa coisa gostosa de ter tesão contigo!
Não sei medir palavras, não sei ser mansa no meu querer, não consigo ser que nem as outras meninas delicadas quando se trata de sentir prazer, de olhar com gosto de devorar o outra sabe...
Estou nesse dialogo quente, porque ainda to com o gosto dele no meu corpo, porque o cheiro dele ainda está nos meus poros, e daí que tomei banho, é bem bom ter tal fragrância em meu corpo!
Gosto por demais quando nossas pernas se cruzam, quando as mãos dele passeiam pelas minhas curvas, que não são de modelos, são minhas oras, adoro acorda com aquela voz na minha nuca, me dando ordens, me levando a uma boa e gostosa loucura matinal!

28.4.11

Uma prosa ~*



A certeza é que temos que crescer, até aí tudo bem,meu espelho como todos sabem anda de mal comigo, deve ser ciúmes por eu cuidar mais do meu filho, o Ray Ray, em fim, hoje ele ta jogadinho em sua caminha e eu vou dar uma atenção ao meu Best friends forever!
Uns dias atrás estava magoada com alguns passos errôneos de minha pessoa, de fato, sair de casa construir uma família, mesmo que seja eu e um cachorro e um possível aventureiro não é lá coisa muito fácil nem muito amigável...
Em fim, dei tal passo, sai de casa brigada com o mundo, comigo, com minha mãe, meu irmão, e porque não dizer, meu pai, sim , o que ainda me da aulas de bossa nova,o que ainda me julga menininha revoltada...
 saí de casa por única e exclusiva razão, eu precisava saber de MIM, tinha e tenho uma sede terrível de mim, saber se gosto de comer salada no meio do dia, se gosto de comer bolo de cenoura, se sou tão alérgica assim a poeira, em fim , saber quem é essa menina que vejo diante de ti!
Sabe diante de tantas mudanças acabei deixando nas caixas um tanto de mim, um muito do que sou, ou julgava ser, é fato, em todo esse meu trajeto tantas revelações foram me ditas, tantos amizades desfeitas, tantos tapas levados e dados...
Algumas feridas abertas, algumas fotos rasgadas, cadernos com paginas queimadas,nesse bolo todo aí que to falando pra você, descobri o obvio, que não virei todas as paginas, que não rasguei direito manja, apenas rasguei no meio, não coloquei fim, e poxa devo isso a nós, ou melhor a mim!
em suma meu caro amigo, é hora de ser, o que meu diário tanto me alerta, tanto me cobra, tanto me questiona, é hora de ser eu, sem medos, sem receios, sem traumas, ora me desculpe o certinhos, eu tenho lá meu apreço para o errado! 

26.4.11

sorte ~*


Disse pro espelho ontem : - preciso mostrar para ele o quanto o carinho dele me afeta, o quanto o calor dele me aquece, como a pele dele me atraia, como o corpo dele me dá tesão, nada melhor que cantar certo...
O Ray Ray não entendendo tal dialogo continuou ali brincando com seu ursinho roubado na caruda da casa da sua avô! Por fim, sem mais delongas, vamos a tal cantoria, ultima olhada no meu companheiro, tudo ótimo, tudo lindo, tudo eu!
Combinado era dele vir pra cá, sempre é assim, nunca me arrisco a viver totalmente uma vida a dois, eu sei, um dia resolvi isso com meu amigo barbudo o FREUD. E lá estava o meu aventureiro, camisa meio amassada, barba para fazer ...
Brincando com a chave no ar, tentando não ficar mais irritado com a demora da moça aqui! Chegou simplória , como em todos os nossos acasos, como em todos os nossos encontros, com um olhar de esperança com um olhar devorador, com esse meu jeito Capitu de ser..
Mostro a cadeira, tomo meu posto, dessa vez não há motivos para tossir se é que me entendes, começo a dar os primeiros acordes, e ele se joga mais na cadeira, e fica lá admirando a forma como nós dois nos paqueremos, admirando como o nós nos faz bem!

Trilha Sonora : The Only Exception Glee 

23.4.11

De tantas formas ~*






“nosso destino desde meninos dão-se as mãos...”
Me boto bonita, me enfeito, coloca em meus cabelos a mais linda rosa, coloco aquele vestido rodado, trago em meu peito um colar do infinito, pelo meu corpo um perfume que me define, que me deixa mais fincada em tua pele !
E quando ele fala  meu nome manso como meus conterrâneos, quando me chama nas ventas me pega no laço, e diz : - Capitu, você é meu desatino! Quando viro dele por completo, quando meu corpo pega fogo com seus dedos me desenhando...
Me encosta na parede, me come com os olhos,  aos poucos vai se achegando em meus lábios, de manso me toma pela cintura, me aperta me envolve nesse lado mais bruto que tanto me seduz, me da tesão!
Ah de ser aquela paixão avassaladora, tem que ser aquele desejo carnal que não se cura com cinco banhos frios, que se cura com noites regradas de teu corpo entrelaçando com o meu, pode ser minha revolta com a vida mansa que minhas primas levam, tem que ser a minha falta de paciência na vida romântica, na vida burguês ...
Ah de ser mistérios, ah de ser rock in roll com uma boa prosa de bossa nova, ah de ser as mulheres que tanto vivem em mim, ou dever ser a tal sina de Capitu! 

21.4.11

WHAT’S MY NAME ?!


Sempre achei curiosa a escolha do meu nome, é nome tem que casar com o que somos, nomes escolhidos as presas ou sem muito trato acabam nos acarretando mal humor e desgosto da vida, como se a coitada tivesse culpa do erro dos pais...
Em fim, não estou aqui para falar do nome de fulano ou cicrano, acho engraçado, tantas pessoas me visitam e nunca me questionaram o nome, pois bem, é uma história linda e confesso, ficaria brava com meu pai se ele não tivesse me dado esse nome!
Meu pai pelo que deu para perceber gosta de musica, bossa nova para ser mais explicita, ama literatura, por fim, como mamãe vive berrando aos ventos, é um boêmio nos tempos modernos! Se ele vivesse nos tempos de Tom, Vinicius, Caio Fernando de Abreu , certeza que leria algo dele, ou cantaria alguma canção de amor mal resolvido...
Bom meu pai tendo todo esse apreço por livros e musicas, no dia que soube que seria uma menina, decidiu dar um nome de uma mulher polêmica, que causa reboliço, que é sempre caso de tribunal, que deixou todos intrigados, que tem em seus olhos o destino de uma aventureira sentimental....
Leva em seus longos cabelos castanhos ondulações mais grandes que o mar, foi descrita com tanta precisão, com tanto afeto, desejo, que não é esquecida por quem já lhe folheou, foi a primeira a viver um triangulo amoroso em um romance brasileiro!
Seu “pai” que também pode ser meu, lhe enfiou em uma enrascada das boas, lhe deu atributos que por ironia do destino casam com os meus, chega dessa brincadeira de adivinhação, pois bem... Ultima vai ...
Fernando Sabino descreveu ela tão bem, uns tempos atrás virou até minissérie, tá bom, agora é baba, meu nome meus caros é Capitu! Sim, Capitu, aquela que fez Bentinho larga a vida de padre, que todos inequivocamente (mesmo meu ‘pai’ dando pistas quem sim) acusaram de trair seu marido, por fim, meu nome é CAPITU!
Minha mãe nunca gostou desse livro, achava a personagem sedutora demais, disse que não traria sorte eu ter esse nome, mas meu pai tinhoso como é, bateu o pé e me batizou assim, e por brincadeira do destino vim com os mesmos olhos faceiros, os mesmo cabelos, e toda aquela sedução descrita por Machado de Assis!
Penso, será que ele gostaria de saber que nesse mundão, existe uma cópia de Capitu?! O que será que ele escreveria sobre mim?! Pois bem, sempre que estou em crise com o que sou, ligo pro meu pai e faço ele repetir do porque me deu tal sina...
- pois bem, eu me apaixonei por Capitu como o amigo de Bentinho, confesso, amei tanto ela, que não sabia mais deixa - lá na prateleira de livros, e quando olhei para os teus olhos faceiros, me deparei com Capitu!
E por fim, gosto tanto de um relato de Bentinho, que não com a mesma intensidade das palavras, já me foram ditas ....
“ O Beijo de Capitu fechava-me os lábios.Uma exclamação, um simples artigo,por mais que investissem com força, não logravam romper por dentro. E todas as palavras recolheram-se ao coração,murmurando : “ Eis aqui um que não fará grande carreira no mundo, por menos que as emoções o dominem” Trecho de Dom Casmurro, M. Assis.
Ah também tem canções, mas o que gosto mesmo em toda essa descrição de meu nome é a facilidade que o aventureiro tem em soprá-lo em meus ouvidos, do tesão que é escutar ele escrever cada letra em meu corpo, cada letra da minha sina!
Não sei se terminarei como Capitu, também não sei se serei lida, ou desejada por qualquer leitor, muito menos ser amarei como ela amou, se amarei só um com a certeza de não amar outros, em fim...
“ onde queres descanso, sou só desejo” Para não perde o costume de ter alguém que me descreva, além é claro do meu pai de ficção, Machado! Acontece que Caetano me entende tão bem ~*
Prazer finalmente em conhecer vocês! 

19.4.11

A beleza de ser mãe ... de um cão!





Quase instalada no novo apartamento, procuro o meu novo síndico, e comento da possível vinda de um cachorro, e de um possível aventureiro, ele me olha com aquela cara que minha mãe sempre faz quando nunca me entende...  

Ele disse que se eu desse nome do tal aventureiro, não havia problema, se o cachorro não fosse enorme também não teríamos problemas, fiquei tão tentada em dizer que às vezes gosto de tocar meu violão, mas ele não é de bons amigos, me mandei para o pet shop!

Um frio na barriga, eu sei gente, é só escolher um filhote, é que nunca tive cachorro, é que meu irmão tem tantas alergias que meus pais deixaram isso para outra infância, que não foi a minha ...

Na casa das minhas tias até tem, só que são frescos demais, outros briguentos demais e um tadinho velinho demais para esboçar qualquer emoção...
La estava eu preste a ter meu cão! Qual será que combina comigo, eu sempre amei cachorro, são tão fieis, são tão amorosos, chega de lero lero e vamos entra ...
O atendente, muito simpático por sinal, me mostra os filhotes, vai conversando comigo, e no meio de todos tinham um com a barriguinha virada pra cima brincando com o ar ...
E ali no meio dos irmãzinhos dele, ele era o único que se divertia com o vento e não pedia desesperadamente por uma mãe, ta aí é ele! O moço simpático pega meu “filinho” e me entrega, aquele bafinho dele me fez rir como uma criança ...
Todo gordinho com aqueles olhos sedutores, ficou brincando no meu colo, o veterinário fazendo a ficha do Ray Ray e eu toda encantada com meu FILHO! Você vai me dizer que filhos não se compram, mas eu e o Ray Ray é uma coisa que nem Freud explicaria...
Não sei se vocês perceberam, mas Freud e eu temos uma ligação cósmica, sim, de tantas analises, fiquei próxima do meu amigo barbudo!Vou apresentar ele a nova família dia, vou ensinar ele a mijar no tapete  da minha mãe e vou ensinar ele a fazer graça para o aventureiro!
A caminho da nova casa, Ray Ray vai brincando ao som de Jessie J, é parece que meu filho herdou o dom de gostar de musica da mãe. Mãe essa toda babona...

18.4.11

Todos aqueles porquês ...

Bagunçou todo meu cabelo, tirou toda paz que havia em mim, tudo bem, não havia tanta paz assim, o que existia então?! Uma menina zangada com o amor, uma garota cheia de problemas, uma menina sem muito apreço com o querer alheio!
Tais sentimentos são frutos, de uma vida levada na mesmice, digo, vida sentimental é claro, pois meus outros passos foram bacanas, aliás,são atrevidos e sacanas, o que nunca me deixou bem, foram esses meus passos vadios ao encontro do AMOR,PAIXÃO, em fim, intitule como quiser, essa sensação de não respirar sem o outro, essa sensação de que tudo se perde se ele não está!
Arrumando minhas coisas nas caixas percebo, há como sou descrente, como sou medrosa, isso que tenho nove tatuagens, isso que já me arrebentei andando de skate, isso que já fiquei dias desacorda por causa de uma bebedeira mal sucedida, em fim, tantas cicatrizes ....
Ao som de Paramore, vou tentando acreditar na canção : “ You are only exception”, mas acabo encontrando no refrão, o que meus diários já me alertavam:
“talvez eu saiba, em algum lugar no fundo da alma, que o amor nunca dura, e temos que arranjar outros meios de seguir em frente sozinhos, ou fica com uma cara boa, e eu sempre vivi assim, mantendo uma distância confortável até agora eu tinha jurado a mim mesma que eu estava contente com a solidão....”
E toda essa musica, e o drama em me mudar mais uma vez, toda aquele lance de gostar e não arriscar o tal gostar, o temor em falar um possível te amo, que até aqui foi difícil escrever... Em fim, lá estava eu, pulando as ordens, mudando os fatores, para a alegria da minha mãe, eu voltava a fugir!
Ele tentou falar comigo, e eu desliguei o meu celular, chegou até ir ao meu apê interfonou e o porteiro mentiu dizendo que eu nem por ali tinha passado, depois de ver que a musica dava uma esperança, liguei meu celular e mandei uma mensagem, simples, mas que no decorrer de minha história seria um possível avanço sentimental ... (saudade....)
Deixei o celular na mesa, fui encaixotando o resto de mim,eu sei a palavra resto é triste,só que por enquanto ela me serve de muito bom grado! Caixas prontas, destino certo, e dessa vez vou fazer uma parada no pet shop, eu preciso criar vínculos, pelo menos foi o que meu pai me ordenou!
Ah por fim, devo agradecer ao Paramore, por ter me dado uma esperança, e olhando a nossa única foto , tremida e meio fora de foco, percebo, é você é a minha única opção! 

17.4.11

Toda Complexidade em uma Só!




Eu fico puta da vida quando some minhas coisas, essa vida de mato está acabando com minha vida noturna, e depois de me mostrar pra ele, devo encher a minha cara! Ligo pro meu primo e decidimos ir pra boate mais próxima.
Meu pai sempre aprovando meus casos extras, moças comportadas não bebem como homens e nem com homens, moças como a Laurinha usam roupas menos decotadas e não carregam no corpo tatuagens!
Meu primo me berra, buzina e o som mais alto que uma boate, minha mãe desaprova a saída,mas beijo ela e saí cantando a batida do momento! Entro no carro olho pra ele e digo: - eu quero entra na boate e me esquece que disse eu te amo!
Na porta pra entrar meu celular toca, numero não identificado:
- quem é?
- é assim que me atende?
- uê pensei que estava desfrutando do meu apê ai ...
- cansei, resolvi conhecer os agitos de Santa Rita do Sapucaí!
- seu doido, onde você está?
- atrás de você!
Entramos juntos, meu primo já ta encostado com uma universitária, eu me debruço pro barmen e peço duas tequilas, passo uma para ele e bebemos juntos! É o começo pra tudo dar mais errado do que certo!
Percebo que sou do avesso, que sou uma peste! Que tenho milhares de mulheres dentro de mim, e a que predomina é aquela sem rumo,aquela que só diz sim ao que é para dizer não!
Se algum cantor conseguiu me descrever em uma canção boa, foi Caetano! Realmente eu quero correr mundo, correr perigo!  Logo volto, eu sei, sou uma menina tão carente de certezas ... Besos ;* 

15.4.11

Em miúdos!





“Não fala nada, deixa tudo assim por mim, eu não me importo se nós não somos bem assim, é tudo real nas minhas mentiras, e assim não faz mal!”

Jogada no sofá, e meu celular ali parado sem se mover, matei aula de novo da faculdade só para não ter que trombar com o fulano, percebi que tenho péssima mania de não dar nome as pessoas, mais é daí , assim é melhor!

Vou procurar alguma roupa, hoje mereço algo, umas boas doses de tequilas, quem Sabe assim eu me abstenho da gente, quem saber assim as minhas convicções de relacionamento se apagam e eu invento uma desculpa para dar o fora daqui!

- e eu te recriei só pro meu prazer!

O sofá até que está bom, quem sabe peço uma pizza, e ao invés de beber doses e mais doses de tequila eu acabe ficando com um copo de refrigerante e fiquei desvendando dentro de mim, o meu coração...

Fui ao encontro do meu grande parceiro, fiz meu habitual coque, e me concentrei nas notas, e soltei a voz como naquele dia em sua casa:

- noite e dia se completam no nosso amor e ódio eterno, eu te imagino eu te concerto eu faço a cena que eu quiser, eu tiro a roupa pra você minha maior fixação de amor, e eu te recriei si pro meu prazer... não vem agora com essas insinuações do seus defeitos ou de algum medo normal, será que você não é nada que eu penso, também se não for, não me faz mal não!

Nem completo a canção e falo num suspiro profundo: um dia vou perde o medo, pois sei que meu coração pertence ao tal aventureiro!  

13.4.11

Vai uma bossa nova aí?¡




Aula de violão as musicas esparramadas no sofá, eu batucando na madeira do meu companheiro, meu pai ainda discutindo sobre negócios, minha mãe convencendo meu irmão de namorar a filha da sua amiga, e deslizo no sofá pensando, ah que falta me faz te galantear!

Meu celular vibra na mesa, e no visor, você, coração gela, mão tremula, voz de animação, conversamos sobre o tempo, e do nada tu deixa escapar aquela serenata que fiz... Dou um sorriso tímido e minhas covinhas aparecem, meu pai faz sinal para acabar com o fleter, e levanto, tento puxar mais um papo...

E ficamos ensaiando para dizer, saudade, meu pai me grita, e me embanano nas palavras, na hora de dizer o tão triste tchau, ele questiona qual musica vou tocar hoje na aula ...
Fixo meu olhar no céu e digo: Samba de Verão, me despeço marota, e entro na sala com o frescor que tens me causado todas as noites e manhãs que vem me visitar... Meu pai diz que só irei tocar, que aula ao pé da letra não teremos ...

A família para, dou uma tossida para aquecer a voz, ligo o gravador do meu celular, e começo a tocar Caetano! Meu pai todo satisfeito apenas me acena com sim e tira minha mãe para suas valsas noturnas, meu irmão deita folgado de si no sofá e balança ao som gostoso da bossa nova.

E como estou treinada demais nessa canção, fecho meus olhos e vou lembrando  da primeira vez que te cantei uma canção bossa nova, e vou deslizando meus dedos no violão sem errar uma nota ....

Termino a musica, a pequena platéia me aplaudi, salvo a gravação, falo tchau, entro no meu carro, mando a musica pra ele, e saiu satisfeita de tal proeza! E quem sabe nesse momento Caetano elucida para ele o tamanho de minha saudade! 

“ juro que você vai fazer eu perde a cabeça”





Mãos inquietas, olhos sedutores, lábios colados, respiração ofegante, e eu tendando não cair no seu papo furado de uma carona! Aquela cerveja quente não me fez bem, e você aí me contando piadas de nerds, me falando sobre o jeito que balanço quando danço, cantada mais sem pé nem cabeça!

Que tal você conhecer o que levo em meus lábios, que tal a gente para com todo esse discursinho sem vergonha, e fazer o que estamos tentados a fazer?! Encosto-te na parede e fico procurando um bom motivo pra não ser beijada!

Pra ajuda o cara do posto ergue o som é a minha musica predileta e pego em tuas mãos coloco elas em minha cintura e começamos a dançar ao som dessa batida, eu devo ta louca, todo mundo me procurando, eu aqui curtindo com um carinha que me pagou a cerveja mais quente da minha vida noturna!

Já disse que quanto mais você passa a língua nos teus lábios mais eu fico tentada em perde de vez todo o meu juízo ? E a musica continua e você chega mais perto e sopra no ouvido: - eu to a fim de saber como é teu beijo...

E eu não voltei pra casa, e não fui atrás do carinha que minha prima me arrumou e fiquei ali segurando a cerveja quente ao som da minha musica beijando o carinha estranho! 

12.4.11

Meus bafafás!



Ontem fiquei ensaiando no banheiro, a palavra mais difícil que alguém poderia inventar, que nunca apareceu em meu vocabulário, mas que por ironia do destino já cantei em tantas canções!

Não tantas assim como gostaria minha mãe, mas cantei! Estou ensaiando, não quer dizer que sinto ou que vou dizer, tá, sinto, mas não sei se digo! A palavra é : Estou me apaixonando por você1

Achou básica, você tira de letra, que bom, pontos para você, pois a mocinha aqui mal consegui pronunciar para o espelho, e olha que somos grandes amigos, praticamente confidentes, um não vive sem o outro!

Que sabe,não vou dizer, ou podia dizer, mais se eu falar a merda já vai estar feita, tudo bem , aparecer na casa dele  fazer serenata, dormi junto de concinha, transar na esquina, em fim, é um estou apaixonoda, só que não é a mesma coisa em falar entendeu?!

Posso dizer que gosto, mais também porque estou nessa paranóia? Ele não perguntou, ele só ... me abraçou como nunca um cara tinha me abraçado, ele só me fez perde todos os sentidos como nenhum dos babacas que fiquei fizeram, ele aceitou o violão, as minhas cicatrizes, minhas tatuagens, meus sumiços ...

Uê nada demais eu acho, que sabe, não tem que fala, ou tem que se fala, em fim, não tem que fala, mais se ele pergunta? Mais ele nunca iria perguntar, se perguntar é porque também está...

Por que é complicado, porque estar me apaixonando por você é todo esse rebuliço desnecessário, que se faz necessário todas as manhãs ?! sabe, não é fácil,e isso resumi todo esse bafafá! 

10.4.11

Entenda se quiser!



Eu sei o quanto sou carente e insegura, deu para notar na hora que você me convidou para deitar ao teu lado. Olhares se encontrando e meu coração ali disparado como aquelas baterias de escola de samba.

Pernas se cruzando, mãos inquietas, boca coladas, olhos fechados, respiração ofegante eu estava tão eu que até o modo de sorrir ficou natural, até o meu pavor de ser de alguém por completo passou!

Você tocando na minha bochecha, fazendo eu rir como criança quando ganha o melhor presente do mundo, foi um dos ápices da noite! 

Eu que sempre me esquivei de tais momentos, estava ali torcendo para que não fosse um sonho!

 Eu detesto quando você me tem por completo, isso me faz perde o controle das minhas rebeldias!

Virei do outro lado para ter certeza que não iria fazer nenhum tipo de carinho quando volta-se a cruzar nosso olhos, que tola fui, quando volto ao lugar exato você vem de mansinho e me imobiliza e diz : - vem, deixa eu proteger você!

Fecho meus olhos e sinto suas mãos acalmando o que ainda não se tem calma, sinto sua respiração na minha nuca e declaro bem baixinho ao meu coração : e essa sou eu, uma menina cheia de diários, de cicatrizes, de tatuagens e com um certo pavor de relacionamento, dormindo de conchinha com um aventureiro! 

6.4.11

“ pois logo tudo ficará claro...”


Porque as coisas ainda não estão bem claras entre nós dois, e antes que você comece a imaginar que não sou muita coisa sem você devo lhe alerta que talvez eu seja muita coisa sem esse seu sorrisinho falso, eu seja bem mais...

As coisas ficaram mais claras quando lhe contar que tem minutos do meu dia que queria entrar com uma bomba explodir todas as suas palavras, explodir tudo que você está sendo em minha vida sabe baby!

Ontem saí de casa pronta pra guerra, disse que iríamos resolver tudo isso, é meu bem sou uma bomba preste a explodir e quanto mais você me ferir mais estilhaços eu deixarei pelo caminho!

Não é justo, sabe querido não é justo! Apena isso, não é justo, mas tá aí como lhe disse em Minas, as pessoas buscam as coisas, sejam boas ou ruins e lhe olho segurando esse copo de breja e penso, seu merda, se tudo isso for pros ares agora é tudo culpa sua!

Baby as coisas ficaram claras tenha paciência, é só você brincar mais um pouco com a pólvora que carrego em mim, é só você vira mais um pouquinho a chavinha que destrava a granada que mora em mim... vai acender mais um cigarro perto da gasolina quem sabe você consiga enxerga com exatidão!

Que nesse tempo todo eu só soube curar tuas feridas, que só soube lhe ouvir choramingar por outras, que só servi de Cia longe de tudo e de todos, sabe baby é preciso muita clareza para dizer o que estou a dizer, mas baby você ultrapassou todos os limites de sanidade, e lhe informo:

Logo as coisas ficaram claras, bem claras, pois quanto mais brincar mais estilhaços farei quando explodir! Eu só queria dizer, que logo mais tudo ficará claro como quando a bomba explodi! 

Eu e Maysa!



Uma musica meu pai disse na ultima aula de violão, distraída disse, ah qualquer uma! Ele insistiu na pergunta, e eu irritada, mando: hoje eu quero tocar Maysa! Ele pegou a pasta de musica, procuro e tirou dos plásticos algumas canções dela, e disse: - sirva-se!

É tão complicado escolher Maysa, ela é tão ela que fica complicado escolher por escolher, pra passar o tempo, demorei alguns minutos, e decido tocar a noite do meu bem, meu pai vai me explicando o tom, e eu imaginando que logo mais a aula acabaria e eu ficaria mais entediada do que no começo!

“- ah eu quero o amor mais profundo, eu quero toda beleza do mundo para enfeitar a noite do meu bem... quero a alegria de um barco voltando, quero ternura de mãos se encontrando, para enfeitar a noite do meu bem., ah como esse bem demorou a chegar....”

Ao tocar ela , algumas lágrimas foram caindo dos meus olhos e molhando meus dedos desconcentrados nos acordes do violão, teimosa permaneço nesse tocar tristonho, solitário, meu pai não disse nada, apenas continuo a me explicar o deslizar dos dedos!

Até a minha teimosia passar, até as minhas lágrimas criarem vida e interromper toda a tranqüilidade que por algum instante esteve em mim, olho para ele e digo sem graça de tudo : - é pai, Maysa sabe me fazer chorar! Guardo meu violão pego as canções esparramadas no sofá, enxugo as lágrimas, o beijo e vou para a casa...

Pelo caminho digo a mim: - hoje eu quero um pouco de mim, em qualquer nota de musica, quero sentir um pouco do que sou um tanto do que fui, hoje eu quero paz, aquela paz que nunca me foi de direito! Hoje quero a alegria de criança! 

4.4.11

Ah quem eu vivi por alguns tempos ...


“ eu estava ali o tempo todo, só você não viu...”

Juntando umas fotos deixadas na gaveta do meu antigo quarto, percebi o quanto corri atrás de você, o quanto me esqueci por um sorriso teu , por uma aprovação sua, ah como eu vive você!

Bem sei quanto me importei por cada comentário teu, bem sei quanto te vive em festas, em trocas de mensagem, quanto tempo lhe vive, e foi tão inulti viver alguém que nunca me respeitou, nunca me quis..

Na minha catança por mim, notei que havia mais fotos nossas, aliás, eu em um canto qualquer e você ali fingindo que de nada valia tal momento! Tive que sentar na minha antiga cama e fechar os olhos para não recomeçar o que fiz questão de enterrar!

Eu acho que depois de tanto tempo, foi bom ter vivido você, foi bom ter corrido contigo em teus sonhos, e daí que nesse bolo todo você me deixou pra escanteio, o bom é  dizer que cansei  de viver histórias que não são minhas, cansei de me alegrar com vitórias tuas!

E você saiu da minha vida por uma porta que não queria que saísse , mas veja bem, você escolheu, é fato, escolhemos o que queremos ser na vida das pessoas que transitam por nós!

É com grande pesar que digo, que pena você não saber aproveitar meus abraços, meu colo, minhas lagrimas por seu sofrimento, meu sorriso pela suas vitória.s É como diz aquele refrão :  

“e não adianta me procurar em outros timbres, em outros risos, eu estava aqui o tempo todo, só você não viu”

2.4.11

Conversa com o espelho!


Em uma  noite dessas sentei de frente pro espelho e comecei um velho diálogo, que confesso não consigo deixar de ter comigo, o tal papo do porque gostamos das pessoas e até que ponto isso é válido!

Não sei bem se os meus pensamentos estão corretos, nem sei se é certo dizer o que digo, mas vamos lá: É um dilema que nem Froud conseguiu explicar, então nem tentem cobrar isso de mim, que sou uma leiga no assunto!
Sem mais delongas vamos ao que interessa, penso que gostar vai além de demonstrações em paginas de redes do socais, vai além de fotos, gostar é ligar no meio da noite pra dizer saudade, ou para os mais íntimos e corajosos um eu te amo!
Gostar a meu ver ( simplório é claro) não é virarmos outra pessoa, não é deixar o nosso jeito fútil, vulgar ou grosseiro para ser aquilo que não apetece oss nossos olhos, entendo que se o que somos não enche os olhos do outro nem vale a pena começar tal flerte!
A verdade é : nem sempre sabemos lidar com o não de quem se quer tão bem assim, a sinceridade nessa parte machuca muito mais do que sinceridade de amigos de trabalho ou de infância.
É necessário dizer, que gostar não é que nem nas novelas, você não vai brigar ao som de uma musica propícia para o melhor beijo, e sabe aquelas personagens independentes se você é como eu e se encaixa nelas , esqueça nenhum cara vai te aceita  tão bem como os mocinho das novelas..
A novela coloca um brilho que existe,mas que não é tão intenso assim, pra você gostar tem que aceita a pessoa como ela é, e não pense que depois de tanta convivência ela mudará, não ela apenas será mais intensa .
Por mim meu querido espelho, entendo que gostar é cantar musicas nada românticas pro cara que vem sempre me visitar, que gostar é ser do jeito que sou mesmo perdendo alguns pretendes pelo caminho!
Gostar é um bem estar enorme, mas que as vezes me confundi, me irrita e me deixa burra! Compreendi com um pouco de atraso que não preciso ser como as demais, que ser única já é um começo!
Percebi que em pequenos atos ganho grandes momentos! A você que me Le, digo nem sempre gostar será recíproco, nem sempre vai ter aquele brilho no olhar e ele nem sempre vai te pagar aqueles jantares maravilhosos como nos filmes...
Mas tem aquela coisa real, tem aquele olhar intenso, aquele carinho quente, aquela transa com química, aquele bate boca divertido, sim eu acho divertido brigar com quem eu gosto, é nas diferenças e nas rachaduras que encontro meu porto seguro!
Nem tudo que é perfeito é bom, nem tudo que reluz é ouro e nem tudo que é correto faz bem! Ah você que até agora não encontrou um alguém bacana para se gostar repense!
Ah você que não sabe mais o que fazer para aquele cara gostar de você, um conselho, coloca tua melhor roupa  um bom batom nos lábios e vai para o bar e ao chegar peça uma dose de tequila!
E ah você que não sabe apreciar o gostar do outro por ele não apetecer seus olhos, só o que posso que pena, pois é tão gratificante quando temos alguém que gosta de tudo que vem em nossa embalagem, a vida vale mais a pena quando escutamos que somos importantes e moramos em um coração sem pagar aluguel!
Eu acredito que gostar é muito grande para se entender ou explicar, vejo que gostar é o momento de espírito de se ver no outro independente de ser amigo ou affer! Gostar é ... Algo que nem em um milhão de anos poderia explicar! 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...