18.4.11

Todos aqueles porquês ...

Bagunçou todo meu cabelo, tirou toda paz que havia em mim, tudo bem, não havia tanta paz assim, o que existia então?! Uma menina zangada com o amor, uma garota cheia de problemas, uma menina sem muito apreço com o querer alheio!
Tais sentimentos são frutos, de uma vida levada na mesmice, digo, vida sentimental é claro, pois meus outros passos foram bacanas, aliás,são atrevidos e sacanas, o que nunca me deixou bem, foram esses meus passos vadios ao encontro do AMOR,PAIXÃO, em fim, intitule como quiser, essa sensação de não respirar sem o outro, essa sensação de que tudo se perde se ele não está!
Arrumando minhas coisas nas caixas percebo, há como sou descrente, como sou medrosa, isso que tenho nove tatuagens, isso que já me arrebentei andando de skate, isso que já fiquei dias desacorda por causa de uma bebedeira mal sucedida, em fim, tantas cicatrizes ....
Ao som de Paramore, vou tentando acreditar na canção : “ You are only exception”, mas acabo encontrando no refrão, o que meus diários já me alertavam:
“talvez eu saiba, em algum lugar no fundo da alma, que o amor nunca dura, e temos que arranjar outros meios de seguir em frente sozinhos, ou fica com uma cara boa, e eu sempre vivi assim, mantendo uma distância confortável até agora eu tinha jurado a mim mesma que eu estava contente com a solidão....”
E toda essa musica, e o drama em me mudar mais uma vez, toda aquele lance de gostar e não arriscar o tal gostar, o temor em falar um possível te amo, que até aqui foi difícil escrever... Em fim, lá estava eu, pulando as ordens, mudando os fatores, para a alegria da minha mãe, eu voltava a fugir!
Ele tentou falar comigo, e eu desliguei o meu celular, chegou até ir ao meu apê interfonou e o porteiro mentiu dizendo que eu nem por ali tinha passado, depois de ver que a musica dava uma esperança, liguei meu celular e mandei uma mensagem, simples, mas que no decorrer de minha história seria um possível avanço sentimental ... (saudade....)
Deixei o celular na mesa, fui encaixotando o resto de mim,eu sei a palavra resto é triste,só que por enquanto ela me serve de muito bom grado! Caixas prontas, destino certo, e dessa vez vou fazer uma parada no pet shop, eu preciso criar vínculos, pelo menos foi o que meu pai me ordenou!
Ah por fim, devo agradecer ao Paramore, por ter me dado uma esperança, e olhando a nossa única foto , tremida e meio fora de foco, percebo, é você é a minha única opção! 

2 comentários:

  1. Texto muito legal!! sincero...=)

    ResponderExcluir
  2. Que texto maravilhoso...Oi obrigada por me seguir estou te seguindo tb,amei teu cantinho me senti em casa...Obrigada vou vim sempre aqui e espero vc la tb....Bjus

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...