27.6.11

A minha fome!



- eu me afastei daqueles que não me elevam a alma, daqueles que não contribuem para nada do que eu estou à procura de ser! Pois eu sei que em algum lugar vai ter uma pessoa que irei me espelhar, vai ter alguém que vou me espelhar em lutar....
Ando meio carente desse tipo de gente, será que eles se encontram em lugares distantes, será que eles se criam em casas regradas à boa musica, poeira de livros antigos, lagos, e comida da vô?!
Ontem eu encontrei no baú uma foto minha com meus amigos, na minha mão direita eu segurava um spray e a esquerda tava ocupada segurando o braço de um amigo que me nutria à alma!
Eu ainda vou encontrar pessoa donas de si para preencher as paredes do meu quarto, ainda vou ver esse tipo de gente comigo cantando e tomando vodka em plena quarta feira, ainda vou tomar banho de cachoeira com elas, ainda vou acender meu beck com elas, ainda vou!
Porque o que nutre a minha vida ainda é a crença em pessoas donas de si, em pessoas que buscam a sua verdade em cada dia nascido e morrido! 

26.6.11

Faço questão ~*




Violão na cama, e eu apenas esperando alguma chama ascender, você deveria parar de me seduzir assim, eu tenho que parar de gostar de garotos problemas, eu não sei bem, mas em algum momento eu devo me sossegar em alguém, que de preferência seja você!
Eu subo em você ficamos olho no olho e vou tirando sua camisa, beijando seu pescoço e te devorando com um prazer que nunca coube com os demais...
Tenho uma fome de ser sua, eu tenho uma fome em amanhecer em você e você em mim, eu tenho um tesão tão grande pela sua tatuagem, eu tenho um tesão imenso pela suas falhas na sobrancelha, eu tenho um prazer imenso em ter marcas tuas em mim, eu tenho um prazer imenso em ficar afônica quando dividimos o lençol, tenho tesão enorme em ser apenas sua! 

24.6.11

chega mais perto




- entenda a melhor saída é ter você na minha, ta afim de romance, compra um livro , se quer felicidade vem me ver de novo.
Bar lotado, aquela musica alta, minha bebida vencida pelo gelo, a irritação passeava por mim, toda irritada me debruço pro bar man e peço mais uma dose só que dessa vez nada de gelo...
Ele tá ali balançando o copo nele, ouvindo a musica e trocando uma idéia com um amigo em comum da faculdade, mando uma mensagem no seu celular, e aceno como quem não quer nada, hoje eu termino qualquer nós que sobrou....
Diz algumas coisas no meu ouvido, acabo rindo, coloca as mãos na minha cintura, e toda aquela teoria estudada dentro do banheiro da boate acaba ali. 

23.6.11

Baldeações...




- você deve ser a coisa mais boa que já passeou pelo meu lençol, deveria ser proibido um carioca como você seduzir meninas tão mineiras como eu... Ele se ajeita na cama dá um riso vasto, e começar a bagunçar o cabelo, dizendo naquele sotaque arrastado e malandro que só eles sabem ter : - bom dia ...
Devo confessar, esses bons dias me causam arrepio, me causam dependência, eu deveria parar de andar com meninos vadios, deveria parar de dar atenção aos que andam por aí com barba para fazer com cara de sem vergonha, ah eu deveria...
Mais quem disse que dever é a mesma coisa que querer ?!
Levanto e vou caminhando até a sacada, eu queria entender porque o Rio me fascina tanto a ponto de eu sempre acabar na cama do carioca e sempre com poucas roupas.
- mais se alguém quer me matar de amor, que me mate no Estácio!

19.6.11

outras estações




- bagulho ta esquentando...
Som bem auto, pra variar Marcelo D2, eu fiz as passes com a vodka estamos circulando pela festa, que saudade que estava do meu chapéu e roupas curtas, vou andando sem compromisso,e avisto ele ali todo malandro
Barba pra fazer, camisa xadrez aquele tênis mais surrado do que torcedor em dia de briga de torcida, vai com o dedo me chamando é como diz D2 :
- que subir? Ela disse pra mim, que ficar? ela disse, vai com calma vai, ela disse pra mim, por amor ou besteira foi que ela disse pra mim... se a intenção é a mesma pra que a pressa?! 

15.6.11

Do que não se pode escapar....




Podia dizer com todas as letras e adjetivos que existem, que da gente não tenho nenhuma saudade, que da gente nem falta nas paginas amarelas dos meus diários tenho, mas quem disse que dizer tem a mesmo significado de sentir?
- o amor a gente conquista e não há quem desista se o coração chora, chora com vontade de te ver, chora com saudade de você, chora às vezes nem sei porque deve ser de tanto te querer.
Pensei que depois de tantas viradas de paginas, eu teria a gente mais resolvido, teria a gente mais no passado, teria a gente em lugares mais passageiros, eu teria a gente no verbo de não ter ...
Eu devia ter seguido meu caminho, devia ter ando mais de pressa quando você veio em convidar para a festa, eu deveria ter falado o que ensaie tanto no espelho do meu banheiro:
- não vou sorrir para esconder a dor, quando se perde um amor se perde a direção, não fingir e nem me fazer de forte, nem tive a sorte de encontrar outra paixão e o que os olhos não vêem o coração não sente, não posso te encarar assim tão der repente eu começo a lembrar e me descontrolar e chorar na sua frente.. vou precisar de um tempo pra te esquecer, por isso estou ausente!
Eu vou precisa realmente de um tempo pra te esquecer! 

14.6.11

só para dizer...


Eu podia lhe dizer muitas coisas, que ficariam contraditórias, que ficaram explicitas e ao mesmo tempo agressivas, eu até poderia ser mais mansa,mas nem serie esse turbilhão que sempre me bota pra você....
Tenho pra mim que cabe cantar, que cabe sentar na tua frente de calcinha e sutiã e ficar ali lhe comendo com os olhos, lhe fitando assim como uma ninfeta fita seu alvo, como uma mulher madura desvenda o teu parceiro...
Pra você virou todas, sou todas, sou sua, sou desnuda, sou carnuda, sou devassa, sou mansa, sou quente, sou apressada, sou questão de tesão, questão de teoremas de Pitágoras.
Posso ser o seu cotidiano, é aquela que Caetano e Chico cantou, principalmente na parte que ele diz : eu como eu como, você!
Sem dramas, sem casos, sem angustias, pego meu violão, e tiro:
- por que eu só faço com você, só quero com você, só gosto com você advinha o que~~

9.6.11

Uma ternura em dizer, em ter.



Dizem os poetas que é necessário ousadia para se querer o querer de alguém , e vão mais além nos conselhos, é preciso ter coragem em ser de alguém em viver por aí esbanjando a delicia que é ser só de um, a beleza de ter só um em teus lençóis!
Dizem que é tão bom ser de alguém, que acabo acreditando, meu espelho fez as passes comigo, então pergunto se roupa esta adequada para a ocasião, ele diz que sim, que faz bem às vezes ter uma delicadeza ao me vestir, hoje não vou brigar!
Ele me berrando na sala, abro a porta e apenas trocamos olhares, sem querer parafrasear, mas já fazendo isso: "Traziam não sei que fluido misterioso e enérgico, uma força que arrastava para dentro” ah os olhares!
“seja eu , deixa que eu seja eu, e aceita o que seja seu, então deita e aceita eu, molha eu , seca eu, deixa que eu seja o céu, e receba o que seja seu, anoitece e amanheça eu , beija eu , beija eu beija me beija, deixa o que seja seu, então beba e receba meu corpo no seu ....” 

3.6.11

Meus disparates ...



- eu já arranhei minha garganta toda a procura de minha paz! é o que diz Caetano ao fundo, vou fazendo minha trança de lado e procurando um laço para amarrar e tropeçando em todas as roupas jogadas no chão...
Vou dando de cara comigo em cada peça jogada, vou pulando outras e fingindo não ver uma camisa tua no meio delas! Mas agora nem dá certo, mas agora nem cabe dizer perdão ...
Pode ser que caiba, mas nem cabe em mim tal disparate, nem vale fazer um remake do que deu certo, porque eu sou presa ao errado e pelo visto a gente até que deu certo...
Encontro o laço amarro, sento no canto da cama para não desarrumar o meu trabalho e pego na bolsa minha agenda e folheando encontro aquele pedaço de papel com teu endereço e telefone, e atrás do papel uma palavra que me tem como posse!
- te quero!
Fecho meu diário, pego minha bolsa fecho a minha vergonha, faço cafuné no Ray Ray esperando o elevador percebo que ainda o refrão de Caetano me incomoda...
- eu marquei demais, só vendo, aprontei demais to sabendo, mas agora faz um frio aqui me responda, to sofrendo... rompe amanhã da luz em fúria arde, dou gargalhada dou dentada na maça da luxuría pra quê? Se ninguém tem dó ninguém entende nada o grande escândalo sou eu aqui só. 

2.6.11

A frieza que há em mim...



- não entendo do motivo das cobranças, não entendo essa necessidade gritante das pessoas em se ouvir um eu te amo rápido e frio, não tem como eu dizer a você que na cama a gente se da bem, e que do mais dá para se levar ?!
Ele continua balançando o copo, uma multidão entre nós, e eu ali tentando fazer mais barulho do que o cara que comandava o som, eu querendo fazer um escândalo a lá Marliny Moore ....
Pego em sua mão e continuo um dialogo solitário, que dizer o que você que mais de mim, o que mais falta para encher teu ego ?! porque queres ouvir sentimentos nada sólidos de mim, porque me obriga dizer algo que nem pro aventureiro ousei dizer...
Não por não sentir, apenas por saber que temos degraus demais para subirmos, que temos muitos verões para nadarmos juntos, que temos invernos e possíveis natais para entendermos o que somo um pro outro ...
- eu não queria ser fria ou promíscua como disse sua nova amiga, eu acho que bebi demais, o meu sentimento por você se limita no limite de 4 paredes!
Deixo ele lá, por fim o som do DJ não abafou o que disse, ele continuo a balançar o copo e eu fui pedindo licença, a menina que me chamou de promíscua, ficou ao lado dele..
Pago a minha conta, ando até o carro, coloco no som de Caetano e volto pro meu lar sem mais sem menos, nem lágrimas derrubo, porque a verdade é que nem isso sei sentir por nós! 

1.6.11

Em instantes...




e ele me puxou, e começamos a dançar ao fundo tocava alguma coisa de Jack Jonhson... apenas nós!
Um nós que ainda não sei ,mas que passei tão bem dentro de mim... 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...