17.4.11

Toda Complexidade em uma Só!




Eu fico puta da vida quando some minhas coisas, essa vida de mato está acabando com minha vida noturna, e depois de me mostrar pra ele, devo encher a minha cara! Ligo pro meu primo e decidimos ir pra boate mais próxima.
Meu pai sempre aprovando meus casos extras, moças comportadas não bebem como homens e nem com homens, moças como a Laurinha usam roupas menos decotadas e não carregam no corpo tatuagens!
Meu primo me berra, buzina e o som mais alto que uma boate, minha mãe desaprova a saída,mas beijo ela e saí cantando a batida do momento! Entro no carro olho pra ele e digo: - eu quero entra na boate e me esquece que disse eu te amo!
Na porta pra entrar meu celular toca, numero não identificado:
- quem é?
- é assim que me atende?
- uê pensei que estava desfrutando do meu apê ai ...
- cansei, resolvi conhecer os agitos de Santa Rita do Sapucaí!
- seu doido, onde você está?
- atrás de você!
Entramos juntos, meu primo já ta encostado com uma universitária, eu me debruço pro barmen e peço duas tequilas, passo uma para ele e bebemos juntos! É o começo pra tudo dar mais errado do que certo!
Percebo que sou do avesso, que sou uma peste! Que tenho milhares de mulheres dentro de mim, e a que predomina é aquela sem rumo,aquela que só diz sim ao que é para dizer não!
Se algum cantor conseguiu me descrever em uma canção boa, foi Caetano! Realmente eu quero correr mundo, correr perigo!  Logo volto, eu sei, sou uma menina tão carente de certezas ... Besos ;* 

2 comentários:

  1. Hm muito bom o texto,achei 'perigon' as atitudes do personagem,haha *-*

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Garota ousada!!! interessante!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...