19.4.11

A beleza de ser mãe ... de um cão!





Quase instalada no novo apartamento, procuro o meu novo síndico, e comento da possível vinda de um cachorro, e de um possível aventureiro, ele me olha com aquela cara que minha mãe sempre faz quando nunca me entende...  

Ele disse que se eu desse nome do tal aventureiro, não havia problema, se o cachorro não fosse enorme também não teríamos problemas, fiquei tão tentada em dizer que às vezes gosto de tocar meu violão, mas ele não é de bons amigos, me mandei para o pet shop!

Um frio na barriga, eu sei gente, é só escolher um filhote, é que nunca tive cachorro, é que meu irmão tem tantas alergias que meus pais deixaram isso para outra infância, que não foi a minha ...

Na casa das minhas tias até tem, só que são frescos demais, outros briguentos demais e um tadinho velinho demais para esboçar qualquer emoção...
La estava eu preste a ter meu cão! Qual será que combina comigo, eu sempre amei cachorro, são tão fieis, são tão amorosos, chega de lero lero e vamos entra ...
O atendente, muito simpático por sinal, me mostra os filhotes, vai conversando comigo, e no meio de todos tinham um com a barriguinha virada pra cima brincando com o ar ...
E ali no meio dos irmãzinhos dele, ele era o único que se divertia com o vento e não pedia desesperadamente por uma mãe, ta aí é ele! O moço simpático pega meu “filinho” e me entrega, aquele bafinho dele me fez rir como uma criança ...
Todo gordinho com aqueles olhos sedutores, ficou brincando no meu colo, o veterinário fazendo a ficha do Ray Ray e eu toda encantada com meu FILHO! Você vai me dizer que filhos não se compram, mas eu e o Ray Ray é uma coisa que nem Freud explicaria...
Não sei se vocês perceberam, mas Freud e eu temos uma ligação cósmica, sim, de tantas analises, fiquei próxima do meu amigo barbudo!Vou apresentar ele a nova família dia, vou ensinar ele a mijar no tapete  da minha mãe e vou ensinar ele a fazer graça para o aventureiro!
A caminho da nova casa, Ray Ray vai brincando ao som de Jessie J, é parece que meu filho herdou o dom de gostar de musica da mãe. Mãe essa toda babona...

3 comentários:

  1. aiiin!!! *.* cães são um MUST!!!! AMO!
    agora pq a foto do gato!?!?!?! ^^

    hauhauahuahauha

    ResponderExcluir
  2. "e de um possível aventureiro, ele me olha com aquela cara que minha mãe sempre faz quando nunca me entende..."

    Gostei e vou ficando,
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  3. Olá flor, passei pra conhecer e agradecer pro seguir o meu cantinho. Gostei tanto daqui, estou seguindo. beijos, Danny. :*

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...