5.9.10

Promessas.

— ou você me solta agora, ou...

— para de me machucar assim...

— te machucar, bem vindo ao meu mundo!

Mais uma vez eu fui fraca, sabe quando você ama alguém a ponto de se machucar tanto? Sabe quando todas as promessas de amor nunca chegam, mas só de saber que ele vai tá no dia seguinte ao teu lado te faz aceitar as coisas

Eu não quero que as pessoas me entendam, não quero o perdão delas, só queria que esse amor termina-se ante que me cabe. Todos os dias é a mesma coisa, ele me olha fundo nos olhos e diz que nunca mais vai fazer isso, mas no dia seguinte eu to jogando alguma garrafa nele...

Sabe quando o amor deixa de ser afeto e vira isso. Mesmo assim eu permaneço aqui, mesmo assim eu gosto de ouvir as mentiras dele. Hoje quando acordei decidi que iria de uma vez arrumar minhas coisas e deixar tudo isso pra trás

Eu cansei de lutar, cansa quando todas as suas armas não funcionam, machuca mais ainda. E esses tampões não funcionam mais, os machucados não se curam as feridas estão cada dia mais abertas....

— se você sair, eu morro...

— e se eu ficar , quem morre sou eu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...