29.8.10

eu queria mais

— não me venha com suas mentiras, o que você quer mais de mim?

—...

— sabe, cansei! cansei de você virar as costas para as minhas lágrimas, cansei desse seu ar de superior em relação aos meus sentimentos, agora chega!

— quero ver ate aonde irá sua coragem

— vai muito além do amor que senti por você!

Aos prantos ela foi colocando suas coisas na mala, e tentando não perde a única coisa que restou desse relacionamento: sua dignidade! Mesmo sabendo que dele não viria nenhum afeto, ela mantinha em si aquela esperança tola de menina.

Aquele machucado que não se fechava, quanto mais ela empurrava suas coisas na mala , mas se lembrava das facadas em seu coração desferidas por ele. Era uma dor que não se curava, uma ferida que se abria cada minuto.

— você nunca me amou né, por que me enganou tanto assim? ele continuava fumando seu cigarro e mandando mensagens pros seus amigos, enquanto ela ficava ali tentando salvar o impossível.

— e sabendo disso porque você continuou?

— por que te amava mais que há mim.

Depois dessa afirmação a única coisa que restava era abrir a porta daquele lugar, e recomeçar. As feridas expostas, mas ainda tinha condições de caminhar, a pior dor seria ter deixado sua dignidade.

— essa isso ninguém vai me tirar. Dizia ela enquanto descia as escadas, tais escadas que em um dia lhe fizeram subir, hoje as trás para baixo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...