31.12.10

“ e de mim só o que o espelho revela”


Confesso, às vezes tenho pavor da ceia de ano novo, pois tenho certeza que o ano terminou mesmo e todas as palavras mal faladas, ou faladas as ventas não voltaram e algumas vezes se tornam grandes mágoas!

Minha mãe tem uma terrível mania de reunir as pessoas aqui em casa, de colocar gente para suprir a falta de gente! Meu pai pega o copo de uísque e esquece-se do resto, minhas tias ficam empurrando vários fulanos de sobrenome chique para mim!

Meu irmão com meus primos ficam armando a noite de sacanagem deles, e eu? Ah tento não enlouquecer nesse meio todo! Gosto tanto de uma musica que tem muito haver com esse lance de nós!

“ vc me apareceu e fez o nada virar tudo” É o prazer de que sempre padeço 
É do fim começo e reconheço Que o avesso sempre esteve aqui.”

 Eu quero passar a minha virada deitada na sua cama, sem pensar no que vai ser amanhã, sem me importa com as broncas e isolamentos que sofrerei quando entra em casa!

Quando der meia noite, vou te falar segredos de uma menina travessa! Vou te soprar palavras de um futuro bom! Vou lhe desejar todas as coisas que se deseja a quem temos um grande querer, um grande apego!

O que espero depois de amanhã? Um pouco mais de mim, um pouco mais de honestidade, mais bebida, e quem sabe ouvir um te quero! Pra você que me lê, desejo todas as formas tortas de se amar!

Desejo olhares sinceros e quentes! Desejo verdades! E por favor, parem de buscar relações perfeitas, pois a perfeição em determinadas ações faz tudo perde a graça!
E pra não deixar em branco, obrigada por ter me pagado aquela cerveja quente!

Obrigada por ter brigado comigo, obrigado pelos beijos ardentes, pelos olhares de ódio, pelas noites inesquecíveis, obrigada por ter revirado tudo aqui dentro! E não tem problema não, pois eu gosto do jeito que dói!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...