4.11.10

Parte II


Essa sou eu baby, gosto do jeito que dói. Mesmo que me sangre é isso que me mantém viva, você descobriu o jeito que sou! Você me fez amar mais ainda a dor, tu me fez arder pela suas mentiras, então não me faça cair no tédio da suas qualidades....

Eu gosto das cicatrizes que você deixou pelo meu corpo daquela nossa ultima briga, é o que somos, talvez eu seja uma masoquista, talvez isso seja uma tortura desnecessária, mas não dá gosto, eu gosto de cada linha torta em você eu gosto da nossa IMPERFEIÇÃO!

Tenho vontade de socar sua cara, tenho vontade de te empurrar da minha cama, as vezes odeio esse teu cheiro de vagabundo, mas eu gosto quando você me maltrata eu amo quando me empurra pra parede e me olha com esses olhos de ódio ... ESSA SOU EU!

São nossas brigas que me mantém em pé, são nossos tapas que me aquecem, se você parar aqui com isso eu morro, é viciante essa dor, baby você é o único que deixo me doer...

Amo quando seus olhos ardem de ciúme, amo quando briga comigo, adoro quando sua raiva ultrapassa dos limites, gosto de saber que nossos corpos ardem muito mais quando estamos no nosso limite...

Vem cá quantas vezes eu vou ter que gritar  não me importo com declarações de amor, mais quantas garrafas eu vou ter que jogar em você , pra vc se ligar que essa sou eu? Que do nosso jeito tudo fica melhor?

Mesmo que doía, mesmo que sangre eu vou continuar aqui, me ardendo por tudo... vou continuar aqui me ardendo em você! Não tem problema, pois eu amo essa dor! Não tenho vergonha de assumi que é assim que sou, que é disso que gosto...

Eu preciso disso, como já lhe disse tenho esse ar de masoquista!

Um comentário:

  1. gente! como assim?!?!
    O CAMINHO TORTUOSO É O MAIS DELICIOSO!
    ui!!!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...