29.10.10

um pouco de mim...




Acordei tão atrasada, também, nem chamo o que tive de sono, já que fiquei revirando na cama tentando entender o porquê ainda estou nisso, revirando e dizendo que quando coloca-se meus pés no chão deixaria de ser essa otaria!

Não consigo entender o motivo das minhas amigas ficarem com esses babacas, sério não vejo graça nesses almofadinhas, gosto daqueles que tem cheiro de luta, tem mãos pesadas de trabalho de lágrimas, gosto de me entregar pra quem da valor !!!!!!!!!!!!

Eu moro sozinha, a solidão sempre em acompanhou, quer dizer, meus pais viviam me obrigando a voltar para a casa monstro, mas bati o pé e arrumei um emprego qualquer e fiz valer meu direito de ser só!

Não eu não sou uma garota solitária, gosto do que tenho aqui, o apê não é aquela coisa generosa, mas é a minha liberdade. Ainda fico com ele, às vezes ele foge da vida dele e vem mora uns tempos com a minha!

Eu vivo justificando pra mim, os motivos de ficar com ele, mesmo sabendo que é disso que gosto, mesmo sabendo que é isso que sempre procurei só que agora a coisa é diferente, pois ele tá conseguindo algo que nenhum outro conseguiu...

Eu to me apaixonando por ele, to gostando disso, estou gostando de ficar a mercê das mentiras, dos tapas, das lágrimas, em fim, eu to gostando de me doer por essa paixão....

Se você que me lê agora me acha vulgar, e sem amor próprio então nem ouse termina de ler esse texto, pois eu sim sou sincera com o meu querer, eu gosto disso, é isso que sempre me tornou mulher!

Eu não gosto de flores no dia seguinte, acho que flores não combinam com a minha decoração, gosto de sentar e tomar aquele café e falar pouco, por mais que acordo feliz conversar matinal me lembra rotina!

Já expulsei ele daqui cinco mil vezes, mas quando chega na sexta, ele me pega e me deixa sem fala, simples assim... Às vezes dói esperar por ele, às vezes machuca saber que sou o que ele precisa!

Machuca porque não sei se sou essa mesma salvação! Nunca fui delicada, todas as minhas conversas foram diretas, praticamente uma luta ao ar livre, eu odeio quando as pessoas querem fazer de mim o que não sou!

Deve ser por isso que continuo me ardendo pela suas mentiras, deve ser por isso que sempre volto a aquele maldito posto em que você me pagou aquela cerveja quente...

É por isso que adoro quando me machuca, é por isso que amo quando me pega do jeito mais violente, é desse jeito que a minha banda toca... Ele se encaixa em cada peça torta que há dentro de mim...

Se você esperava coisas doces de mim, desculpa vai ter que procurar outra história para ler porque essa, garanto de doce não tem nem o brigadeiro frio da panela!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...